quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

O que fez meu bebê parar de acordar de hora em hora

Imagem royalty-free: Tired Eyes
Dorme picutuchinho.



O que deu certo pra Noite do Pepê? Que milagre divino o fez dormir cinco, seis horas seguidas quando o costume era uma hora? Paulada na cabeça? Tranquilizantes pra elefante? Não, gente, foi uma técnica simples do livro Soluções para Noites sem Choro. Foi o desmame noturno. 
Mas jááááááá? Ele não é muito novinho pra isso? DESMAME? É, des-ma-me no-tur-no. 
Acho lindo dizer que o bebê mama quando quer, se ele quiser mamar a madrugada inteira e não mamar de dia, ele que sabe. Eu acho lindo mesmo, por que os bebês sabem se regular. E acho também que a gente deve respeitar o tempo deles, o jeito que eles são e tentar aceitar. Eu acho mesmo que a gente que deve se adaptar ao ritmo deles, por amor e respeito ao desenvolvimento. E não é isso que fabrica pessoas tiranas, pelo contrário. Isso faz com que eles tenham o que precisam na época certa, assim passam pra próxima fase sem carências ou necessidades mal atendidas. Eu penso assim. 
Então você que está com sua linda bundinha aí na sua cadeira se sentindo bem com o sono em dia, mesmo que tenha um bebê notívago, tira este dedão da minha cara por que cada um sabe de si. Não posso justificar minha atitude pra vocês, mas quem viu sabe o tanto que tentei. Não deu. Ter sabedoria é também aceitar suas impossibilidades e limitações. Então tentei este recurso só pra não ter que fazer minhas malas e ir embora pra Bahia vender anel de coco e contar pros mendigos dividindo a cachaça e o cigarro como eu era feliz quando tinha uma família. 
E não é que deu? Te amo Elisabeth Pantley, to acendendo uma vela em teu nome, abençoada! E o método não tem choro nem sofrimento, é muito sutil. É só uma ajuda pro pequety saber que consegue dormir sem mamar. 
Consiste em (finalmente!): quando o bebê acordar, alguma boa alma que não a mãe (geralmente o pai, companheiro ou companheira) pega o fofo e nina. Modo mute, nina como de costume. Ele vai dormir, devolve pro berço (cama, moisés, cercadinho, masmorra). Quando ele acordar de novo, repita o procedimento. Mas ATENÇAO! Se o pequenino reclamar ou ficar nervoso ou mesmo começar a mamar as mãozinhas ou o braço alheio leva logo pra mãe! Não é pra deixá-lo chorar, nem passar fome, nem ficar irritado. Então esta outra pessoa tem que estar disposta a sacrificar algumas noites pra fazer isso por 10 dias. No primeiro dia, o santo ou santa vai anotar tudo em uma planilha. Depois segue persistindo e anota de novo só no décimo dia. Aí siiiiiim compara as planilhas e vê se houve melhora. Continua por mais 10 dias pra consolidar a vitória ou aumentar o sucesso. 
Se não melhorou nada ou se piorou, compra o livro ou me manda um e-mail. Talvez seja melhor mudar de estratégia ou talvez você tenha tido sucesso mas não percebeu. Entendeu amore? 
Foi isso que fizemos, eu e papai de Pepê. Na primeira noite já melhorou. Na segunda noite só acordou três vezes e depois passou uma semana acordando só duas vezes!!! Ô menino esperto da mamãe! Aprende rapidão!!! Lindo. 

Agora o blog deveria se chamar o sono diurno do Pepê...

Um comentário:

  1. Hahaha adorei o texto! Meu filho fez 6 meses dia 21 e venho percebendo que ele mudou muito, dormia muito tarde umas meia noite e meia mais dormia o resto da noite toda sem acordar e acordava bem tarde la pras nove ou dez da manha, so que a agora ele adormece as onze e quarenta e cinco da noite ou meia noite e pronto começa o aperreio, de hora em hora fica acordando e adormece depois que mama, ele mesmo empurra p bico do peito pra fora e eu vou e coloco no berço de novo ai dorme mais uma hora e depois acorda de novo! Faz isso umas três vezes durante a madrugada. Fico me perguntando se isso é normal? Oque é isso meu senhor? rsrs... parece quando ele era recem-nascido,a pediatra dele disse que quando ele acordasse no lugar de coloca-lo para mamar ou tomar formula eu pedisse para o pai dar 100 ml de cha de camomila por 15 dias e apos 15 dias dar só água, ate tentei mais nao deu certo, o menino abriu um berreiro que foi o jeito eu pegar e dar o mamar para ele, mais foi tranquilo ele mamou e dormiu de novo. O que me incomoda é esse sono cortado,ai fico confusa nao sei destinguir ainda oque seja, sou muito presente na vida dele, dou colo, carinho, brinco... em todos os momentos que ele necesseite da minha pessoa, estou ali presente eu eco pai, mais essa vida de acordar de madrugada como antes ta me deixando nervosa e preocupada.. fora o pouco do cansaço que não é muito pq quando ele (o bebê) tira um cochilo eu aproveito também para cochilar rsrs... por favor me dê uma orientação.

    ResponderExcluir